A primeira viagem de Anne à Europa VII: O começo do conflito!

Já estávamos no final do mês de Setembro quando eu comecei a me desesperar por não ter quase nada certo ainda. A cada dia que passava as provas se aproximavam e ainda tinha o festival do Rio! (Festival internacional de cinema, que ocorre todo ano, em que eu trabalho). Seguindo o meu cronograma, a próxima coluna era "Activities", mas esta eu deixei por último por ser, sem dúvida, a mais trabalhosa e para preenche-la eu precisaria ter todas as informações das outras colunas completas. Passei para a última coluna do cronograma, "Stay", que correspondia aos hotéis que ficaríamos. Até então tínhamos o hotel de Veneza e casa do Flavinho, cujo eu ainda nem havia feito contato, preenchidos. Comecei então mais uma busca minuciosa por hoteis em Atenas, o primeiro local que visitaríamos. E dias e dias após olhar TODOS os hoteis localizados em Plaka no site booking.com e ver seus reviews no TripAdvisor (ótimo lugar para ver se o hotel é interessante ou não) eu decidi por alguns... Cabia agora eu e o Dani ver as fotos e reviews juntos e decidirmos por um dos deles. Aí é que começa a minha grande luta! Tirar o Daniel do RPG ou computador e fazê-lo prestar atenção nos hoteis.

Antes de mais nada, preciso dizer que o Dani é o cara mais easygoing que conheço. Para ele tudo está perfeito se deixa-lo tranquilo no seu quarto, com seu computador. E é neste ponto que começa o grande    conflito! Como você já deve ter observado, eu estou fazendo tudo absolutamente sozinha. Para mim é até melhor, já que posso tomar minhas decisões tranquila e fazer tudo do meu jeito. A questão é que o hotel que eu queria em Atenas era o Adonis, mas por causa do cartão de crédito, tinhamos que escolher outro e, talvez por isso, nada me satisfazia. Preferi jogar a bola para o Dani. E isso foi um grande problema. Pedi que ele viesse até a sala para ver as fotos no meu notebook e, ou ficava horas (sem exagero) esperando que ele viesse, ou ele aparecia na sala, via uma foto e voltava para o quarto dizendo que precisava falar rapidamente com um dos amigos no mirc (espécie de msn muuuuuito antigo) e então como num passe de mágica desaparecia. Alguns dias nessa tentativa frustrada de fazê-lo participar da viagem e resolvi ir até o quarto dele para abrir as fotos no computador dele para que não houvesse mais desculpa, mas aí ele passou a escolher o primeiro que aparecia! E se eu mostrasse outro e dissesse que poderia ser aquele, ele mudava a escolha e falava que queria aquele. Na verdade, ele queria mesmo era se livrar de mim... '=/

Comecei a ficar muito chateada com isso. Comecei a achar que não ia conseguir hotel em Atenas. Cansei e desisti de procurar, por enquanto... Dani tem um amigo em Manchester e decidiu que ficaríamos hospedados lá. Não gostei muito da idéia, afinal ir para Londres e não ficar em Londres?! Gostei menos ainda quando o amigo dele disse que morava há uns 40 minutos de Londres. 40 minutos! Ou seja, perderíamos 1h e 20min por dia para visitar Londres! Perderíamos, mais ou menos, 6h e 20min da nossa viagem indo de Manchester para Londres. Aff! Surtei mais ainda quando o Dani disse que não queria ir todos os dias em Londres! Até imaginei o programa que teríamos quando ele não fosse para Londres: horas e mais horas de conversas sobre coisas que não entendo e o resto das horas que restassem do dia jogando RPG! Que viagem... Mas para minha surpresa (e alívio!) as passagens de ida e volta para Londres saiam mais caras que nos hospedar num hostel! E com esse argumento convenci o Dani e o Jon a ficarmos em Londres! Oba \ó/

Peguei o g-talk do Jon e o bombardeei com perguntas sobre lugares legais para se hospedar, pontos turísticos, informações sobre o metrô, etc... Peguei um site bacana para procurar hostels,  Hostel Bookers.com e procurei, procurei, procurei... Até que achei um hostel bonitinho com um pub fofo, The White Ferry House, e super barato 7,99€ por cama, mas fiquei na dúvida entre este e o Royal Bayswater. Decidi que deveríamos ligar para os dois! O Dani, depois de muito reclamar, ligou e achou o Ferry House melhor. Eu fique na dúvida, pois o Bayswater era MUITO bem localizado! Depois de uma madrugada e um dia inteiro neste dilema, pegamos o Ferry House! Dani ligou e alugou 2 camas. O único problema do Ferry house era que o quarto que pegamos tinha 16 camas! Mas... Fazer o que?! Esse aí foi no meu cartão, tinhamos que economizar! Dani ja estava surtando com medo do sogrão criar muito caso de estarmos gastando muito (na verdade nem estávamos gastando tanto, mas como colocamos todas as minhas diárias junto, ficamos com medo dele brigar, afinal o cartão era para pagar as despesas do Dani e não as minhas). Pronto! Mais uma informação para o cronograma! Agora só faltava o endereço do Flavinho e o hotel de Atenas.
  

1 Comentários:

Noite em Claro disse...

Olá

Espero que você tenha gostado das partes que leu do meu conto "Sangue de seu Sangue", no blog www.ascronicasnoturnas.blogspot.com

Ontem, eu postei o Ato II na íntegra, por dois motivos: o primeiro, impulso, lógico. Fico ansioso pra saber o que as pessoas vão achar da história; o segundo motivo é que esta parte é relativamente menor.

Gostaria muito que você continuasse lendo.. É muito importante pra mim

Abraços

www.ascronicasnoturnas.blogspot.com

Postar um comentário

Comente, participe! Este também é um espaço seu!